A prestação de cuidados sociais e de saúde às pessoas portadoras de deficiência tem sido uma das preocupações das Misericórdias e da sua União. Lares residenciais e centros de atividades ocupacionais são as respostas mais comuns no âmbito desta atuação.

 Este trabalho junto das pessoas com deficiência visa, entre outros objetivos, o seguinte:

  • Criação de condições de integração sociofamiliar
  • Contribuição para a valorização pessoal da pessoa com deficiência
  • Garantia de cuidados básicos para uma melhor qualidade de vida
  • Estimulação das capacidades e aptidões
  • Promoção da autonomia
  • Desenvolvimento de atividades lúdicas, psicoterapêuticas, socioculturais e de reabilitação

Nesta área de atuação, a UMP, além de prestar apoio técnico às Misericórdias, especialmente através do Gabinete de Ação Social, gere três equipamentos dedicados ao apoio de pessoas com deficiência profunda: Centro João Paulo II, Centro Santo Estêvão e Centro Luís da Silva.

Notícias